“Sinal verde” para ir às compras Novo pacote

Ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou as reduções de impostos

Brasília – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem uma série de medidas de estímulo à economia brasileira, como reduções do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) para produtos eletrodomésticos da linha branca, “”imposto zero”” para massas alimentícias, barateamento de empréstimos e incentivos para o mercado de financeiro. “”Não deixaremos que a crise internacional contamine a economia brasileira. Nossa força continua na demanda interna””, explicou o ministro, garantindo que as medidas adotadas vão permitir que o Brasil cresça 5% em 2012. “”Tudo isso permite que o país continue criando empregos. Hoje, o Brasil é um dos que mais gera empregos no mundo””, justificou.

No pacote de incentivos anunciado por Mantega, o IPI para fogões passa de 4% para zero. Para geladeiras, de 15% para 5%. Nas máquinas de lavar, o índice muda de 20% para 10% e, nas lavadoras semiautomáticas – os tanquinhos -, de 10% para zero. “”Os produtos da linha branca são os principais produtos manufatureiros””, acrescentou. Conforme observou o ministro, as reduções já valem para os produtos que estão nas lojas hoje e ficarão em vigor até o dia 31 de março de 2012. “”Os itens beneficiados são os que têm selo “”””A”””” de qualidade energética, os que consomem menos energia.””

Com o objetivo de baratear os empréstimos e, assim, aumentar a demanda, o governo anunciou também a redução de 3% para 2,5% no Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado no financiamento ao consumo. “”Seguimos reduzindo o custo financeiro, que ainda é alto. As prestações para aquisição de bens ficarão cada vez mais baixas.”” A decisão representará uma renúncia de R$ 130 milhões em impostos neste segmento.

A redução do IOF terá menor impacto no preço final do produto. O IOF pago para um carro de R$ 20 mil deve baixar de R$ 136,27 para R$ 113,56 quando financiado em 12 meses e com preço final de R$ 27.078,10. Se o veículo for quitado no dobro do tempo, o montante gasto com IOF cairá dos atuais R$ 141,41 para R$ 117,55 e o preço final do carro ficará em R$ 34.786,03.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais