Sindilojas vai a Brasília buscar melhorias para lojistas de shopping

Nesta quarta-feira, 12/08, o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow, e o vice-presidente financeiro da entidade, Marco Belotto, estão em Brasília participando de ações por melhores…

Nesta quarta-feira, 12/08, o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Ronaldo Sielichow, e o vice-presidente financeiro da entidade, Marco Belotto, estão em Brasília participando de ações por melhores condições para os lojistas de shopping, entre elas, a audiência pública sobre contratos de locação, realizada na Câmara dos Deputados.

Nesta manhã foi divulgada a pesquisa de satisfação realizada pelo Conselho Nacional de Entidades do Comércio em Shopping Centers – CONECS, que constatou, entre outras informações, que a maioria das lojas em shoppings é de pequeno e médio porte, e que entre estes lojistas, 54,8% não chegam aos cinco anos de atividade.

Sielichow, que através do Sindilojas integra o CONECS, afirma “estamos mobilizados pela regulamentação do setor. Hoje os lojistas convivem com um cenário adverso, onde maiores beneficiados são os administradores dos empreendimentos, sendo que no Brasil os lojistas de shopping são responsáveis pela geração de aproximadamente 720 mil empregos diretos e mais de 3,6 milhões indiretos” reforça o dirigente.

Saiba mais sobre a pesquisa:
A Pesquisa Vox Populi de Relacionamento e Satisfação entre Lojistas e Empreendedores de Shoppings foi realizada de 17 de março a 03 de abril de 2009. Todos os entrevistados, identificados a partir do Anuário Brasileiro de Shopping Center/2008, estão em atividade. Foram abordados 600 casos, nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste/Norte. A margem de erro é de 4%.

De acordo com pesquisa do Conselho Nacional de Entidades do Comércio em Shopping Centers (Conecs/Vox Populi), 71% das lojas têm menos de 10 funcionários; 75.5%, menos de 100 m²; 64,5% são do varejo local ou de franquias; e 54.8% não chegam a cinco anos no empreendimento. Dos lojistas entrevistados pelo Instituto Vox Populi, 67,5% admitem que a cobrança do 13º aluguel (aluguel em dobro em dezembro) foi uma imposição para a assinatura ou renovação do contrato e 71,2% não consideram justo o custo de condomínio e aluguel (65,5% dos aluguéis são reajustados pelo IGP, índice que não representa a variação registrada no varejo). Apesar das altas taxas cobradas, as administradoras de shopping centers insistem em não apresentar os balanços e nem os cálculos condominiais. A pesquisa Vox Populi aponta que 43% dos locatários têm pouca ou nenhuma informação a respeito.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais