Tablets brasileiros podem custar R$ 1 mil, diz Abinee

SÃO PAULO – Os computadores portáteis do tipo tablet fabricados no Brasil podem custar entre R$ 800 e R$ 1 mil e, para que os preços caíam, seria preciso incluí-los no programa que prevê redução de…

SÃO PAULO – Os computadores portáteis do tipo tablet fabricados no Brasil podem custar entre R$ 800 e R$ 1 mil e, para que os preços caíam, seria preciso incluí-los no programa que prevê redução de impostos para equipamentos de informática, chamado Computador para Todos. A afirmação é do presidente da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), Humberto Barbato, que falou após reunião com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que aconteceu nesta sexta-feira (4). “O governo também quer baratear o tablet, porque faz parte da política de informática”, disse Barbato, segundo a Agência Brasil.

Prazo

De acordo com ele, a inclusão desses produtos no programa de incentivos facilitará o ingresso deles no País e, com isso, os fabricantes desses produtos instalados no Brasil conseguiriam colocar os tablets no mercado doméstico em até quatro meses. Além do incentivo do governo federal, o setor também considera fundamental o incentivo dos estados, com a desoneração do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). O presidente da Abinee disse que o Brasil é o terceiro maior mercado para computadores do mundo e que empresas como a Apple estão percebendo as vantagens de introduzir fábricas no País.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais