Tendências da Semana de Moda de Nova Iorque são apresentadas no Café com Lojistas

Raquel Leão, do Grupo Usefashion, falou para uma plateia repleta de empresários durante o Café com Lojistas Especial, na manhã desta quarta-feira, no Sindilojas Porto Alegre

Raquel Leão, do Grupo Usefashion, falou para uma plateia repleta de empresários durante o Café com Lojistas Especial, na manhã desta quarta-feira, no Sindilojas Porto Alegre

O Café com Lojistas Especial de outubro aconteceu na manhã desta quarta-feira, 07 de outubro, e contou com a palestra "Top Trends: as principais tendências da Semana de Moda de Nova York", ministrada pela analista de pesquisa do Grupo Usefashion, Raquel Leão. Com o auditório lotado, ela apresentou e analisou as principais tendências, entre estilos, tecidos e composições que foram mostradas na Semana de Moda de Nova Iorque, que aconteceu de 10 a 17 de setembro.

Mesmo em outros segmentos do varejo, que não o de vestuário, é importante estar atento às tendências de moda pois impactam outros setores, como os de acessórios, bolsas e calçados. “A moda é um fator que influencia diretamente o comportamento e as escolhas do consumidor, independente da área do varejo. É importante estar atento às tendências, tem que olhar para o todo, assim como faz o cliente”, disse. 

Ela apontou, entre os estilos, os quatro marcantes: o boudoir, que valoriza rendas e texturas acetinadas, destacando a feminilidade; a alfaiataria equilibrada, que aposta na combinação de peças clássicas, como a camisa social, com bermudas e sandálias, considerando sempre a proporção entre as peças; o sporty que, como o nome sugere, tem forte influência esportiva; e o freedom, que combina peças leves, curtas e estampados coloridos. Entre os acessórios que completavam os looks, se destacaram as opções mais produzidas: “brincos grandes e feitos de materiais como pedrarias e metais, além dos braceletes, em couro, com aplicações ou fivelas, estarão em alta no verão”.

Entre as peças-chave que tiveram destaque na composição dos looks estão o slip dress (ou vestido-camisola) que aposta em tecidos acetinados, rendas e cores escuras; os vestidos leves, com camadas, babados e alças finas, e os vestidos retos, que tem como característica o comprimento curto e uma escala de cor monocromática. Sempre presente também esteve o jeans, que compõe o visual desde a primeira peça, como nos vestidos, até a terceira peça, que são os blazers, casacos e jaquetas. Entre as calças, o destaque foi para a cintura baixa, com modelos amplos e confortáveis e influência da alfaiataria. Os shorts apresentaram-se com modelos e texturas variadas. Corte reto, volume, tecidos metalizados e em couro são algumas das apostas.

Raquel lembrou que, ainda que as tendências sejam aderidas com força nos países do hemisfério Norte, as referências podem ser adotadas de maneira mais sutil, e não tão marcante, para adaptá-las ao consumo regional. “Sempre temos que traduzir essas referências para o nosso mercado, para atender o consumidor final. Características como o babado, por exemplo, podem ser simplificados e não vir com tanta força. Pode ser apenas um detalhe a mais para olook. Temos que estar atentos para o que o nosso público quer encontrar nas lojas”, diz.

Fonte: Sindilojas Porto Alegre

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais