Travessia de Catamarã entre Porto Alegre e Guaíba é inaugurada nesta quinta-feira

Serviço para o público começa a partir das 6h da manhã de 28 de outubro

Estão definidos data, horário e até o clima de um fato histórico: às 6h de amanhã, 28 de outubro, uma sexta-feira cuja previsão é de céu azul e temperatura amena, o Guaíba voltará a ser navegado por barcos destinados a passageiros que transitam entre Porto Alegre e Guaíba.

Nesse horário, o catamarã vai zarpar do Terminal Hidroviário de Porto Alegre, localizado no Armazém B3 do Cais Mauá, com destino a Guaíba.

Hoje, na véspera, haverá, para autoridades, a inauguração solene esperada há mais de 50 anos: às 14h30min, o governador Tarso Genro vai tomar a palavra para celebrar a retomada do transporte hidroviário para passageiros. Os dois barcos, o Carlos Nobre e o Ana Terra, são modernos seguros e confortáveis — Zero Hora participou de um passeio no último dia 12.

O serviço oferecido pela CatSul — empresa gaúcha que venceu a licitação para operação da Travessia — começa nos terminais de passageiros, com salas de embarque climatizadas. Nos barcos, TVs, 120 poltronas e acesso à Internet.

A aquisição das passagens pode ser feita com até 30 dias de antecedência, nos 14 horários oferecidos em cada sentido da viagem. O trajeto entre a sala de embarque e o catamarã é feito em passarela coberta, evitando que os passageiros fiquem expostos a sol e chuva.

O catamarã é um barco com dois cascos, o que significa estabilidade — quando ZH participou da demonstração, havia um vento que tornava o rio levemente turvo, mas isso não interferiu na tranquilidade da navegação, que conta com GPS e alcança a velocidade de 46 km/h. A viagem dura cerca de 20 minutos.

O acesso e aos terminais e a saída são feitos por rampas. Há, também, assentos exclusivos para portadores de necessidades especiais, cintos de segurança para cadeirantes e espaço para cinco bicicletas.

Até que se chegasse neste momento histórico, foram sete tentativas em 30 anos para o transporte fluvial de passageiros entre Porto Alegre e Guaíba. Antes da inauguração da Ponte do Guaíba, em 1958, as duas cidades já estiveram servidas por um serviço semelhante.

A linha ia de Guaíba à Vila Assunção. As últimas cinco barcaças eram sobras de guerra compradas dos Estados Unidos em 1948. Tinham convés baixo e acesso pela proa. Uma peculiaridade é que também faziam o transporte de veículos. Em 1953, as barcas transportavam anualmente 220 mil veículos (ônibus, caminhões, automóveis e carroças) e 780 mil passageiros. O trajeto era de 20 minutos, como agora, mas a operação de carga e descarga levava cerca de 40 minutos. Depois da inauguração da ponte, o serviço foi visto como supérfluo e acabou desativado.

Para o futuro, a administração de Guaíba e a Catsul já pensam em aperfeiçoar o sistema. A intenção da prefeitura é oferecer integração tarifária entre os serviços de ônibus e de barco, para que moradores de bairros distantes tenham nas barcas uma alternativa economicamente interessante.

Já a CatSul, que pretende transportar 2 mil passageiros por dia, projeta novas braçadas: a expectativa é de que, em seis meses, haja a criação de um terminal na frente do BarraShopping, junto ao antigo Estaleiro Só.

Serviço:

A venda de passagens para a hidrovia entre Porto Alegre e Guaíba começa já hoje. Os locais de venda de bilhetes e de embarque e desembarque são os terminais hidroviários.

— Porto Alegre — no armazém B3 do Cais Mauá. Pedestres podem chegar ao terminal pelo túnel sob o Trensurb, com acesso pelo calçadão da estação Mercado.

— Guaíba — o terminal é Hidro-Rodoviário, na antiga Estação Rodoviária, Avenida João Pessoa 966, Centro, no final do calçadão.

Para facilitar a escolha do passageiro, uma tela de TV informa o número de passagens já adquiridas para cada horário.

O preço da passagem é de R$ 6 de segundas a sextas-feiras e de R$ 7 aos sábados, domingos e feriados. O pagamento pode ser feito em dinheiro e cartões de débito do Banrisul, Visa e Mastercard. Haverá 14 horários com intervalo de 60 minutos, em cada sentido, de segundas a sextas-feiras.
De Porto Alegre a Guaíba, a primeira viagem será às 6h e a última às 19h, de hora em hora. De Guaíba a Porto Alegre, o primeiro horário será às 6h30min e o último às 19h30min, também de hora em hora.

Aos sábados, domingos e feriados, os horários são reduzidos, com a primeira viagem de Porto Alegre às 7h30min e de Guaíba às 8h. Não haverá preços diferenciados de passagens para menores.

Veja também

    Noticias

    Associados do Sindilojas POA tem opção de consultoria gratuita para retomada dos...

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Funcionamento das lojas após as enchentes é objeto de pesquisa do Sindilojas POA

    Veja mais
    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais