Twitter, Facebook e Youtube são os preferidos das empresas

O Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado (Ibramerc) realizou uma pesquisa sobre a presença e uso das redes sociais com 251 empresas de médio e grande porte e constatou: 65% destas empresas já…

O Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado (Ibramerc) realizou uma pesquisa sobre a presença e uso das redes sociais com 251 empresas de médio e grande porte e constatou: 65% destas empresas já utilizam as redes sociais como ferramenta de comunicação com clientes e prospects. A onda do momento é o Twitter, que segundo Richard Lowenthal, diretor executivo do Ibramerc, diferente de outras, esta ferramenta demanda menos esforço de atualização.

Redes Mais Relevantes
Mesmo com uma alta adesão no mundo corporativo, as redes sociais ainda são vistas como um canal complementar ou um meio de comunicação muito importante, mas não fundamental. Isso porque a utilização destas ferramentas ainda está em fase de testes e as empresas buscam entender como isso realmente pode agregar valor ao seu negócio.

Práticos Comuns
46% utilizam as redes para monitorar o mercado
45% usam para observar o comportamento dos clientes
39% utilizam para ficar de olho na concorrência

Benefícios
45% das empresas acreditam que o fortalecimento da marca é o maior benefício trazido pelas redes sociais
44% das empresas acham que as redes ainda não trouxeram nenhum benefício
6% das empresas acreditam que as redes sociais podem trazer fidelização de clientes

Atualização e Monitoramento
40% das empresas contam com os esforços de colaboradores da empresa
25% alocam um funcionário exclusivamente para o exercício da atividade
11% delas preferem terceirizar a função

Veja o infográfico abaixo

Veja também

    Noticias

    Sindilojas POA participa da aula inaugural de curso com foco em comércio

    Veja mais
    Noticias

    RedeSin: uma rede de vantagens para todos

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticiasVendas

    Café com Lojistas reúne grande público e debate vendas em momentos de crise

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais