Um sim para o veto

O Rio Grande do Sul, apesar de toda sua representatividade no Brasil, está passando por um momento delicado economicamente. Não estamos progredindo e, não bastasse isso, a situação tende a piorar. Ao final…

O Rio Grande do Sul, apesar de toda sua representatividade no Brasil, está passando por um momento delicado economicamente. Não estamos progredindo e, não bastasse isso, a situação tende a piorar. Ao final de 2014 fomos brindados com a notícia de que a Assembleia Legislativa aprovou medidas que concedem benefícios incompatíveis com a situação financeira do Estado, como o projeto que prevê reajuste de mais de 25% no salário dos deputados e 65% no salário dos servidores do legislativo. Ainda estão previstos nesse projeto o aumento salarial para o governador, vice-governador, Ministério Público, Judiciário, Tribunal de Contas e Defensoria Pública.

O Governador José Ivo Sartori vem sinalizando os graves problemas econômicos de nosso Estado mesmo antes de sua eleição. Agora que está a frente do governo, contamos com seu bom senso e competência a fim de vetar estes aumentos absurdos que são aprovados pela Assembleia Legislativa sem qualquer consulta popular. A população gaúcha, a maior interessada no sucesso e no crescimento do Rio Grande do Sul, sempre é ignorada em decisões de suma importância para a sociedade. É hora de ouvir todos os cidadãos, entidades e empresários, pois somente assim poderemos tirar nosso Estado da crise. Queremos menos discursos e mais ações efetivas em prol da melhoria da economia. Somente desta forma e, com a sociedade tendo acesso à educação, saúde e segurança teremos um Rio Grande melhor para vivermos.

Com os recentes cortes de despesas anunciados pelo governo, até mesmo a segurança da população foi afetada, já que a tendência é que menos policiais circulem pelas ruas. As horas extras feitas por cerca de 80% dos policiais militares já ocorriam em razão da defasagem de servidores nesta área. Com os cortes, a situação deve ficar ainda pior. Portanto, se a população sentirá na pele os efeitos dos problemas do Estado, entendemos que é inviável aprovar tais aumentos e benefícios aos servidores e deputados. Estes, que representam o povo, devem ser os primeiros a dar exemplo em um momento como esse. A sociedade não concorda mais com esse tipo de política que não considera as necessidades e opiniões populares. Por isso, o governador do Estado tem o total apoio do Sindilojas Porto Alegre ao veto a essas propostas. Vamos juntos reerguer o Rio Grande do Sul de forma transparente, ética e justa. Esse é o nosso desejo!

Veja também

    NoticiasMarketing

    Em busca do melhor ponto comercial

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Lajeado recebe a FBV Talks para debater o futuro do presente no varejo

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Café com Lojistas apresenta o significado do varejo e dicas do que está em alta ...

    Veja mais
    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais