Veja 8 dicas para micro e pequenos empresários começarem o ano no azul

Início de ano é o momento ideal para as empresas, e não somente as pessoas físicas, aproveitarem para colocar suas finanças em ordem e iniciarem o ano seguinte no azul. Vitor Torres, fundador e presidente-executivo da Contabilizei, start-up de serviços contábeis para micro e pequenas empresas, tem dicas para as MPEs colocarem as contas em dia. […]

Início de ano é o momento ideal para as empresas, e não somente as pessoas físicas, aproveitarem para colocar suas finanças em ordem e iniciarem o ano seguinte no azul. Vitor Torres, fundador e presidente-executivo da Contabilizei, start-up de serviços contábeis para micro e pequenas empresas, tem dicas para as MPEs colocarem as contas em dia. Confira:

1. Registre todas as despesas e receitas

"Pode parecer básico, mas muitas empresas não registram todas as despesas e receitas", explica Torres. "O empreendedor precisa saber quanto está gastando e faturando para se planejar e traçar estratégias."

2. Gaste somente o necessário

Procure eliminar os custos que não estiverem ligados aos objetivos da empresa. Já as despesas que são importantes para manutenção do negócio devem ser revisadas e, eventualmente, renegociadas. Em alguns casos, avalie a troca de fornecedores.

3. Otimize novas despesas com a regra de 5x

Uma vez avaliadas as despesas do ano, os novos gastos programados devem ser, em média, cinco vezes menores que a previsão de faturamento – por exemplo, para aumentar os custos da empresa em R$ 100, deve-se aumentar o faturamento para R$ 500.

4. Procure poupar, sempre

Busque economizar nos custos, seja para ter dinheiro para reinvestir na empresa, seja para ter uma folga no fluxo de caixa. "A sobra de dinheiro pode ser para investir em anúncio ou aumentar o esforço comercial par gerar novos negócios e, por consequência, elevar o faturamento", afirma Torres. "Também é importante ter uma reserva para eventuais emergências."

5. Mantenha boa relação com credores

Renegocie as dívidas com os credores, porém certifique-se de que terá condições de honrar seus compromissos com a nova negociação. Caso contrário, perderá seu direito de negociar outra vez em momentos de aperto.

6. Regularize a situação fiscal

Vitor Torres destaca ainda que é um bom momento para as MPEs quitarem ou parcelarem suas dívidas com a Receita Federal. "Até porque as empresas que devem Imposto de Renda por mais de um ano não renovam o Simples Nacional", explica, em relação ao regime especial unificado de arrecadação de tributos e contribuições devidos pelas micro e pequenas empresas.

7. Desenvolva alianças estratégicas

Em tempos de crise, o cliente busca opções que ofereçam maior valor agregado pelo menor custo (o chamado custo-benefício). Realizar alianças com parceiros pode ser um excelente caminho. Para isso, verifique quais outros serviços e/ou produtos são complementares ao seu e proponha uma oferta diferenciada no mercado.

8. Modernize suas operações

O mercado de tecnologia oferece uma série de ferramentas que ajudam a economizar gastos com serviços obrigatórios. Para ajudar a fechar o ano sem estresse, avalie as possibilidades de softwares de CRM, gestão financeira e contabilidade online disponíveis na internet. 

Fonte: Folha 

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais