Venda de material de construção eleva atividade do comércio em setembro

SÃO PAULO – As vendas de materiais de construção elevaram a atividade do comércio varejista em setembro, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, divulgado nesta segunda-feira…

SÃO PAULO – As vendas de materiais de construção elevaram a atividade do comércio varejista em setembro, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, divulgado nesta segunda-feira (4). No mês passado, o comércio registrou aumento de 8% nas vendas, frente ao mesmo mês do ano passado. Somente as comercializações do grupo Material de Construção apresentaram alta de 17,1% no período. Já as vendas de Móveis, Eletroeletrônicos e Informática cresceram 11,8% no período e também influenciaram no desempenho do índice anual. De acordo com o indicador, em setembro, frente a agosto, a atividade do comércio varejista registrou estabilidade. Já no acumulado deste ano, houve aumento de 10%.

Comércio varejista frente a 2009

Em setembro, frente ao mesmo mês do ano passado, além dos grupos Material de Construção e Móveis, Eletroeletrônicos e Informática, outros grupos registraram aumentos nas vendas. É o caso do grupo Supermercados, Hipermercados e Alimentos e Bebidas, cuja alta ficou em 6%. Já o grupo Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios apresentou aumento de 3,9% nas vendas. Veículos, Motos e Peças foi o que apresentou o menor aumento no período, de 1%. E o grupo Combustíveis e Lubrificantes registrou desempenho negativo, com queda de 1,7% nas comercializações em setembro, frente ao mesmo mês de 2009.

Análise mensal

Embora o indicador tenha registrado estabilidade frente a agosto, alguns grupos apresentaram desempenho positivo nas vendas no período. O destaque ficou com Supermercados, Hipermercados e Alimentos e Bebidas que registrou aumento de 1% nas comercializações em setembro. O desempenho do grupo Móveis, Eletroeletrônicos e Informática foi menor, com aumento de 0,6% nas vendas. Já o grupo Material de Construção registrou alta de apenas 0,1%. Os demais grupos analisados pela Serasa registraram queda nas vendas no período: Combustíveis e Lubrificantes (-0,4%), Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios (-0,9%) e Veículos, Motos e Peças (-1%).
Acumulado

Dentre os destaques que influenciaram o aumento das vendas no acumulado deste ano estão os grupos Material de Construção (16,8%), Móveis, Eletroeletrônicos e Informática (15,9%), Veículos, Motos e Peças (14,65%), Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios (10,7%) e Supermercados, Hipermercados e Alimentos e Bebidas (4,9%). No período, apenas o grupo Combustíveis e Lubrificantes registraram queda nas vendas, de 0,7%, segundo o indicador.

Sobre o índice

O indicador da Serasa tem como base o banco de dados da Serasa Experian. A partir da metodologia de cálculo do PIB, apresentada pelo IBGE em 2007, na qual o comércio passou a ser, individualmente, o setor com maior participação na geração do valor adicionado da economia brasileira, respondendo por 11%, a entidade percebeu que é de fundamental importância dispor de mais indicadores, destinados a mensurar a evolução deste setor da atividade econômica do País.

Veja também

    Noticias

    Associados do Sindilojas POA tem opção de consultoria gratuita para retomada dos...

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Funcionamento das lojas após as enchentes é objeto de pesquisa do Sindilojas POA

    Veja mais
    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais