Vendas do varejo superam expectativas e apresentam alta de 7,9% em setembro

SÃO PAULO – As vendas do varejo no mês de setembro apresentaram crescimento de 7,9%, na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado supera ligeiramente a expectativa inicial, que era de…

SÃO PAULO – As vendas do varejo no mês de setembro apresentaram crescimento de 7,9%, na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado supera ligeiramente a expectativa inicial, que era de alta de 7,4%. Os dados fazem parte do IAV (Índice Antecedente de Vendas), divulgado nesta segunda-feira (25) pelo IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo).

Setores

Na análise entre os setores do varejo, bens duráveis – como material de construção, móveis, eletrodomésticos e informática – foram destaque em setembro, com as maiores taxas de crescimento, superiores a 10%. Os setores de bens semi-duráveis – como vestuário e livraria – apresentaram vendas dentro da média, enquanto os setores de bens não-duráveis – alimentação fora do lar, super e hipermercados e farmácias – apresentaram as menores taxas, inferiores à média do varejo.

Conjuntura atual

O resultado apresentado no período pode ser explicado pela atual conjuntura econômica. Em agosto, a taxa de juros ao consumidor final foi de 39,9%, a menor média mensal registrada pelo Banco Central, e a taxa de desemprego medida pelo IBGE foi de 6,7%. Além dessas razões, a confiança do consumidor também apresentou índice recorde, a maior já verificada pela FGV (Fundação Getulio Vargas) desde setembro de 2005. As condições dos determinantes de consumo justificam o crescimento ocorrido nos segmentos do varejo. Com a melhora das condições de crédito e com o consumidor mais confiante, o setor de bens duráveis acabou beneficiando-se, na comparação com um ano fraco de vendas.

Expectativa

Para o último trimestre de 2010, os dados indicam um cenário otimista. Em outubro, a previsão é de que as vendas atinjam uma taxa de crescimento de 7,7% em relação a igual mês do ano anterior. Em novembro, este número sobe para 7,9% e volta aos 7,7% para o último mês de 2010. De acordo com o IAV, a média de vendas do comércio neste ano será de 7,1%, a maior da série histórica, pois as taxas registradas em 2008 e 2009 foram 3,9% e 3,6%, respectivamente.

Sobre o IAV

O IAV consolida a evolução das vendas efetivamente realizadas pelos associados do IDV, com o intuito de alcançar expectativas para os próximos meses. A metodologia consiste na ponderação dos números fornecidos pelas empresas de acordo com o porte e, assim, alcançar indicadores como o volume de vendas e o faturamento nominal. Ele permite, ainda, uma visualização do comportamento do mercado esperado para um período futuro de até três meses.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais