Vitrine para o Natal: muito mais que só decoração

O Natal é a época mais importante para o comércio e a vitrine, a porta de entrada e principal forma de chamar atenção para a loja de varejo. O Sindilojas Porto Alegre entrevistou Endrigo Pontes, diretor de…

O Natal é a época mais importante para o comércio e a vitrine, a porta de entrada e principal forma de chamar atenção para a loja de varejo. O Sindilojas Porto Alegre entrevistou Endrigo Pontes, diretor de Visual Merchandising da Vitrail Comunicação Visual, para falar sobre os diferenciais de ter uma vitrine pensada para a data. Confira:

1) Qual é a importância da vitrine no Natal?

Primeiro, é a data mais importante, mas a gente tem que pensar em outras datas. O varejista acaba deixando tudo para acontecer no Natal e isso é muito arriscado. Temos o ano inteiro para movimentar as lojas. O que a gente sempre fala é que o importante é você ter um planejamento. Às vezes o lojista deixa para última hora, para programar uma vitrine, para pensar no que se vai fazer, contratar os profissionais para montar… acaba não tendo tempo hábil para fazer um trabalho bacana. A primeira coisa é ter um planejamento anual de vitrine para poder abordar todas as datas importantes do varejo e principalmente do segmento dele. Tem algumas datas que tem segmentos bem específicos, como quem trabalha só com feminino ou só com masculino ou quem é da área de utilidades, por exemplo, que trabalha com as datas diferentes, como Dia da Secretária, Dia do Médico… Esta é a primeira coisa.

2) E como o lojista pode chamar atenção para a sua loja, já que o Natal é uma época tradicional em que a maioria dos estabelecimentos estão decorados?

É preciso tomar muito cuidado com o trabalho das cores, já que nesta época elas são bem fortes – verde, vermelho e dourado -, senão você acaba chamando muito mais atenção para a cenografia do que para o seu produto, e é ele que precisa ser o destaque. A cenografia é um complemento para que você possa fazer a exposição daquilo que você quer vender e de como você quer vender. As cores clássicas são o vermelho e o verde, mas a gente já encontra muitas vitrines com brancos ou mesmo só com azul. É possível trazer o efeito natalino para a vitrine mesmo com estas cores. O importante é que tenham signos da data, como as luzes, que remete à ideia de Natal, ou mesmo sinos ou objetos que são do universo natalino você pode trabalhar dentro do universo da vitrine e pode ficar legal. O que a gente indica é dividir a vitrine em três partes imaginárias: uma para a cenografia, uma para o produto e outra para o próprio espaço vazio, para que não fique poluído visualmente.

3) E você poderia dar uma dica para o lojista que não pode investir muito na decoração da vitrine?

Bom, se ele conseguir fazer este planejamento anual é bacana, porque daí ele já consegue se programar. Alguns recursos são baratos e trazem efeitos bem interessantes para a vitrine, como adesivos e painéis. E a estrutura básica da vitrine têm que estar muito bem preservada, a própria limpeza e iluminação fixa do espaço tem que ser consideradas, pois ajudam muito na hora de expor o produto. Às vezes o lojista constrói um cenário muito bacana e a iluminação é deficiente ou a vitrine está suja, e acaba não tendo um bom resultado em decorrência destas pequenas coisas.

4) Para terminar, algo que o lojista não pode esquecer na decoração da sua vitrine de Natal?

Não podemos esquecer que o objetivo da vitrine é vender. Mais do que ela ficar bonita ela tem que ser estratégica, e o lojista tem que saber qual estratégia vai usar dentro da sua loja. Além da cenografia, além do lado estético da vitrine tem que saber que produto se vai vender, como eu vou vender este produto e se eu estou preparado para atender o meu cliente nesta época do ano. Porque às vezes o estabelecimento tem uma vitrine muito bacana e o interior não é legal, ou ele não tem um mix de produtos interessante. A vitrine tem que conversar com a loja, desde o preço do produto até o atendimento, porque senão você constrói um trabalho de vitrine e a venda não acontece, pois o cliente para na frente da sua loja, se sente atraído por ela e quando entra ele não se identifica mais e todo o investimento é perdido.

Confira as dicas de Endrigo para decorar sua vitrine no Natal:

Faça o planejamento de vitrine para o ano, assim você sabe quanto quer e pode gastar, além de se preparar com antecedência.
Cuidado com cores fortes demais na vitrine para não esconder o produto que você quer vender.
Use cores diferentes do tradicional verde e vermelho para o Natal.
Limpeza e boa iluminação são essenciais para uma vitrine chamativa para o cliente.
Mais do que beleza, a vitrine tem que ser estratégica. Tem que combinar com o tom e o propósito da loja.
Não adianta vitrine ser convidativa e o cliente não ter um bom atendimento. Tudo tem que funcionar em harmonia.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais