Vitrines que conversam

A vitrine ganhou importância e é mais um elemento de conexão com o consumidor

Em um mundo em que físico e digital se misturam, as vitrines das lojas físicas ganharam nova dimensão. Na Loja Melsen, a vitrine merece atenção especial das proprietárias, conforme revela Rose Muller, uma das sócias. “A vitrine se expandiu e ficou mais dinâmica, não é mais algo estático. Hoje, ela tem que conversar com o interior da loja e com o que a loja posta nas redes sociais”, ensina Rose. Para ela, a vitrine ficou até mesmo mais sincera e informativa, pois a roupa que antes aparecia vestindo um manequim, ajustada com alfinetes e mostrando um caimento perfeito, atualmente é mostrada também num storie no Instagram vestindo uma pessoa real e com informações sobre o tipo de tecido e outras características da peça.

Não é fácil inovar e ser criativo sempre, mas Rose diz que na Melsen tenta-se fugir do óbvio e apostar na interação com o público. Ela diz que é possível, por exemplo, usar as redes sociais para perguntar se as clientes preferem uma vitrine para o Natal em vermelho ou em azul. Na troca de estação, dá para perguntar que tipo de peça as clientes gostariam de ver na vitrine.

Leia essa matéria por completo e demais temas da revista do Sindilojas Porto Alegre, Conexão Varejo, clicando aqui.

 

 

Veja também

    Noticias

    Sindilojas POA participa da aula inaugural de curso com foco em comércio

    Veja mais
    Noticias

    RedeSin: uma rede de vantagens para todos

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticiasVendas

    Café com Lojistas reúne grande público e debate vendas em momentos de crise

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais