Você conhece o novo consumidor?

As gerações Y e Z vão tomar o mercado e o varejo precisa estar preparado para criar relacionamento

Estamos nos aproximando do momento de uma importante transição. As gerações Y e Z vão começar a…

As gerações Y e Z vão tomar o mercado e o varejo precisa estar preparado para criar relacionamento

Estamos nos aproximando do momento de uma importante transição. As gerações Y e Z vão começar a tomar o mercado e o varejista precisa estar preparado, porque esse novo consumidor chega com uma sensação preocupante: o sentimento de exaustão.

O “VIII Fórum ABA trade” foi promovido, recentemente, pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), em São Paulo, para discutir como trabalhar o shopper marketing por meio de uma gestão estruturada e traçar um perfil do novo consumidor.

De acordo com Jacques Meir, Diretor de Conhecimento e Plataformas de Conteúdo do Grupo Padrão, o valor está nas relações. “O novo consumidor está buscando novas formas de relacionamento, que sejam mais velozes, diretos e em rede”, afirmou. “Eles estão super conectados: geram, compartilham e recomendam conteúdo constantemente. E isso proporciona novas formas de agir, pensar e trabalhar”, complementa.

O varejo precisa aprimorar a capacidade de gerar vínculos e conexões, porque, segundo Meir a sociedade hoje está passando da fase do “eu” para o “nós”, menos posse e mais acesso. “O varejista precisa analisar se quer conquistar consumidores ou fãs”, disse.

Para ter sucesso, os esforços precisam ser feitos em conjunto (varejo e indústria), e devem se adaptar às exigências do novo consumidor, fazendo o básico bem feito. “Produto hoje é avatar de serviço. É isso que o consumidor quer e é isso que o varejo precisa oferecer”, finaliza Meir.

Segundo a Vice-Presidente do Comitê de Trade & Shopper Marketing da ABA, Renata Toscano, a parceria entre indústria e varejo é fundamental para o bom andamento dos negócios. “Unir conhecimento e compartilhar informação é importante para traçar melhores estratégias de vendas”, afirmou. Renata recomendou que seja feito um trabalho bem elaborado de sazonalidade no varejo. “O calendário sazonal oferece muitas oportunidades de vendas e deve ser pensado por canais e região, liderado pela área de trade em parceria com o marketing e a área de vendas da empresa”, complementou.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra no Centro da capital

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais