Volume de cheques sem fundo é o maior no país desde 1991

Explicação para o recorde é o reflexo dos efeitos da crise econômica, conforme a Serasa

O volume de cheques sem fundo emitidos no Brasil é o maior desde 1991, ano em que foi iniciado levantamento da Serasa. Desde o início deste ano foram devolvidos 12,11 milhões de cheques por falta de fundos. As informações são do site G1.

A explicação para o recorde é o reflexo dos efeitos da crise econômica mundial, conforme a Serasa. Entre esses efeitos estão a elevação do desemprego e uma maior utilização do cheque pré-datado para compensar os ajustes na oferta de crédito.

Apesar da elevação, os cheques sem fundos seguem ocupando a terceira posição no ranking de representatividade da inadimplência dos consumidores. Perdem para as dívidas com cartões de crédito e financeiras e para as pendências com os bancos. De janeiro a maio, os cheques devolvidos representaram 17,5% da inadimplência dos consumidores.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Na comparação com o Dia dos Namorados de 2023, 17% dos lojistas dizem ter vendid...

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra no Centro da capital

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Créditos do BNDES: empresário, você tem acesso a este recurso

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Sondagem do Sindilojas POA prevê Dia dos Namorados tímido para o comércio na ca...

    Veja mais