Wi-Fi em cada esquina: especialistas alertam para risco da tecnologia

Calma, ainda não é uma cidade brasileira… A cidade de Seul, capital da Coreia do Sul, anunciou recentemente que irá disponibilizar internet gratuita em 10.430 parques, ruas e outros espaços públicos até…

Calma, ainda não é uma cidade brasileira… A cidade de Seul, capital da Coreia do Sul, anunciou recentemente que irá disponibilizar internet gratuita em 10.430 parques, ruas e outros espaços públicos até 2015. Para viabilizar o projeto, será feito um investimento de US$ 44 milhões com a intenção de garantir acesso à internet a todos os moradores e visitantes da cidade.
Em meio à rápida disseminação de aparelhos smartphones, tablets e computadores portáteis, a demanda por redes Wi-Fi cresce largamente na cidade, o que tem se tornado um problema local.

O governo local afirma que o serviço Wi-Fi está disponível em 17% das áreas externas de Seul, mas logo estará acessível em cada esquina da cidade.

Três operadoras de telefonia celular locais irão investir no projeto. Além dos espaços públicos, todos os ônibus e estações de metrô, trem e táxi serão equipados com internet wireless até o final deste ano.

Danos às árvores
Apesar dos benefícios trazidos pela democratização da internet, alguns especialistas condenam o uso das redes Wi-Fi. Um estudo realizado em 2010 pela Universidade Wagenigen, na Holanda, informou que a radiação emitida pela tecnologia está ligada a fatores como problemas no crescimento de árvores, morte de algumas camadas de tecidos e diversas fissuras e sangramentos nas cascas.

Para chegarem a essa conclusão, a equipe realizou uma série de testes para identificar o grau de influencia da rede sem fio nas árvores. Entre elas, os pesquisadores expuseram 20 árvores de carvalho a diversos tipos de radiação por um período de três meses, revelando que aquelas colocadas perto dos sinais apresentaram um brilho semelhante ao chumbo, causado pela morte das camadas superior e inferior da epiderme das folhas.

Os investigadores afirmaram também que são necessários mais estudos para confirmar os resultados atuais e determinar os efeitos em longo prazo das radiações de redes sem fios em árvores.

Veja também

    Noticias

    Pronampe: 30 bi e carência de 2 anos para empreendedores do RS

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Governo do RS atualiza lista com municípios em estado de calamidade e postergaç...

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA e CDL POA promovem ação para limpeza do Centro Histórico da Capital

    Veja mais
    Noticias

    Cartilha Estado de Calamidade: seguros disponíveis e auxílio reconstrução

    Veja mais