6 dicas para abordar seus clientes

É importante compreender que a venda não é um ato isolado, pelo contrário, ela é um processo que abrange desde a abordagem ao cliente até a certificação de sua satisfação com o produto ou serviço que adquiriu.

É importante compreender que a venda não é um ato isolado, pelo contrário, ela é um processo que abrange desde a abordagem ao cliente até a certificação de sua satisfação com o produto ou serviço que adquiriu.

Diante disso, apresentamos a etapa de Abordagem – o primeiro contato para criar vínculos sólidos com o cliente – em que nos aproximamos dele com o intuito de atender-lhe bem e, ainda, fidelizá-lo, por meio de atitudes simples, atentas e estratégicas.
Assim, quando o assunto é abordar, é importante entender que existem diversas formas de apresentar-se para o cliente, chamar sua atenção e conquistar sua confiança, bem como saber adaptar as distintas maneiras de abordagem de acordo com os perfis e comportamentos de cada cliente

1. Seja acessível, tenha sempre um sorriso e não se esconda na loja. Fique sempre em um lugar visível.

2. Tenha uma aparência de sucesso. Cuide de seu uniforme, esteja sempre com ele limpo e passado. Mulheres: Usem uma maquiagem leve – Homens: Barba feita

3. Fuja do convencional, não aborde o cliente com palavras negativas do tipo “pois não”. Seja um vencedor, cumprimente-o com um caloroso “bom-dia!”. Pergunte em que pode ajudá-lo ou se você já sabe o que o cliente quer, faça um comentário positivo sobre o produto ou serviço.

4. Ofereça seus serviços e se apresente como alguém que pode ajudar, não como quem deseja vender. As pessoas estão em busca de solução.
Tenha um cartão de visitas para que o cliente se lembre do seu nome e possa voltar a falar com você.

5. Não seja “vendedor chiclete”. Muitos ficam tocando no cliente,
empurrando-o para dentro da loja. Lembre-se de que algumas pessoas odeiam ser tocadas. Muitas vezes, um sorriso agradável com um movimento de corpo gera mais resultado que um aperto de mão.

6. Demonstre harmonia, melodia e ritmo. Como em uma música, na venda tudo tem de estar em sincronia. Sua aparência precisa estar em harmonia com o que está falando e vendendo. Você deve escolher as palavras certas para dizer ao cliente (isso é melodia). E o ritmo da abordagem é o que dará o tom da venda – não acelere demais nem seja lento na frente dele.

Fonte: Marketing no Varejo

 

Veja também

    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA participa da abertura de Feira da Acomac

    Veja mais
    Noticias

    Comércio Solidário: Sindilojas Poa é parceiro da Fecomércio-RS

    Veja mais
    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais