Agosto tem alta nas vendas do comércio de 2,6%, sinaliza índice

Em agosto, o volume de vendas do comércio no Estado se manteve positivo e variou 2,6% quando comparado ao mesmo mês de 2007. No varejo, a alta estimada foi de 4,5%, enquanto que no atacado a variação ficou…

Em agosto, o volume de vendas do comércio no Estado se manteve positivo e variou 2,6% quando comparado ao mesmo mês de 2007. No varejo, a alta estimada foi de 4,5%, enquanto que no atacado a variação ficou em 0,7%. Para o acumulado do ano, período janeiro a agosto, a variação já soma um índice de 6,8%, sendo 6,8% apenas o varejo e 6,9% o atacado. Os resultados constam no IVC-RS (Índice de Vendas do Comércio do RS), divulgado pela Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens e de Serviços do RS) em parceria com a FEE (Fundação de Economia e Estatística).

Para sua avaliação, o IVC-RS analisa dez segmentos de vendas do comércio varejista e nove do comércio atacadista. Na comparação com o mês de agosto frente ao mesmo período de 2007, os destaques no varejo entre todos os setores foram para a alta em equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (12,3%), e a maior queda nas vendas de artigos farmacêuticos, médico, ortopédicos, perfumaria e cosméticos (-3,5%). O comércio atacadista revelou a maior variação positiva para as vendas de máquinas, aparelhos e equipamentos, que demonstrou uma taxa de 12,1%, e a maior queda foi sentida pelo setor de produtos intermediários industriais (-14,2%).

Segundo comentário do economista da Fecomércio-RS, Eduardo Merlin, os resultados gerais para o mês foram muito bons, ainda por terem como base de comparação 2007, ano que teve um forte crescimento. “Em agosto não tivemos a crise financeira sendo sentida pelos consumidores, mas alguns segmentos já demonstravam que algo estava mudando”, acredita Merlin. O economista cita como exemplo a queda de -14,5% nas vendas do atacado pelo grupo de produtos intermediários industriais e ainda a queda de -4,8% em materiais de construção, madeira, ferragens e ferramentas. Esse último teve seu pior resultado desde março de 2007, quando caiu -4,6%.

Na Região Metropolitana de Porto Alegre o mês de agosto de 2008 apresentou um acréscimo de 1,0%, frente ao mesmo mês do ano anterior. O varejo demonstrou uma variação positiva de 1,3%, enquanto o atacado obteve um aumento de 0,8%. Já as vendas do comércio da Região Não-Metropolitana de Porto Alegre tiveram aumento de 4,4% no seu volume de vendas, considerando-se como período de comparação o mesmo mês de 2007. O comércio varejista teve um acréscimo de 7,2% e o comércio atacadista revelou uma elevação de 0,7%.

Merlin explica que diferentemente do que se previa até pouco tempo atrás, as vendas de 2008 já sofreram uma diminuição nas expectativas. Para o economista, nova avaliação da Fecomércio-RS prevê que o ano deva se encerrar com média de 7%, diferentemente dos 8% que estavam sendo aguardados pela entidade representativa do setor.

Veja também

    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 02/03 A 08/03

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Sindilojas POA realiza mais um Feirão de Empregos

    Veja mais
    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais