Após três meses de queda, emprego formal volta a crescer

Mesmo com a recuperação em fevereiro, abertura de 9,1 mil postos de trabalho é o pior resultado para este mês em dez anos
Em fevereiro houve a abertura de 9,1 mil postos de emprego com carteira assinada,…

Mesmo com a recuperação em fevereiro, abertura de 9,1 mil postos de trabalho é o pior resultado para este mês em dez anos
Em fevereiro houve a abertura de 9,1 mil postos de emprego com carteira assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta quarta-feira. O número representa o saldo das contratações menos as demissões. Com isso, foi interrompida uma série de três meses seguidos de queda no emprego formal, devido os efeitos da crise financeira internacional.

— É pequeno, mas é positivo. Nos Estados Unidos, tivemos 450 mil demissões em fevereiro — disse o ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

O último resultado positivo foi em outubro de 2008. Em novembro do ano passado foram fechadas 40,8 mil vagas. O pior resultado da história foi em dezembro, quando as demissões superaram as contratações em 654 mil postos de trabalho. Em janeiro deste ano, as demissões superaram as contratações, e, com isso, foram fechadas 101,7 mil vagas formais.

Mesmo com o crescimento em fevereiro, a abertura de 9,1 mil postos de trabalho com carteira assinada representa o pior resultado para este mês desde 1999, quando foram fechadas 78 mil vagas de trabalho.

No mesmo mês do ano passado, por exemplo, houve a abertura de 204 mil postos formais de emprego, contra 148 mil no mesmo mês de 2007 e 176 mil em fevereiro de 2006. De 2000 em diante, a criação de empregos, em meses de fevereiro, nunca ficou abaixo de 80 mil vagas.

No acumulado do primeiro bimestre, porém, o saldo de empregos formais ainda permanece no vermelho, devido ao resultado de janeiro, que veio negativo em 101,7 mil postos de trabalho. Nos primeiros dois meses de 2009 foram contabilizados o fechamento de 92,5 mil postos formais de trabalho. Em igual período do ano passado, haviam sido abertos 347,8 mil postos de trabalho com carteira assinada. As informações são do site G1.

Veja também

    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais
    Noticias

    O Sindilojas Porto Alegre é finalista do Top de Mkt ADVB/RS 2024

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades desta semana para as obras no Centro da capital

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais