Comércio eletrônico deve fechar este ano com faturamento de R$ 10,5 bi

A previsão do setor de comércio eletrônico é de encerrar 2009 com um faturamento de R$ 10,5 bilhões e 4 milhões de novos consumidores.

“A facilidade da classe C em obter cartões de crédito e parcelar…

A previsão do setor de comércio eletrônico é de encerrar 2009 com um faturamento de R$ 10,5 bilhões e 4 milhões de novos consumidores.

“A facilidade da classe C em obter cartões de crédito e parcelar suas compras, nos últimos anos, tornou-se um elemento importante para o comércio digital”, afirmou a superintendente de Marketing da ACSP (Associação Comercial de São Paulo), Sandra Turchi.

Pequenos negócios
Sandra chamou a atenção para o fato de que, entre as grandes empresas, 90% utilizam a internet. Esse percentual cai para 71% entre pequenas e médias. “É fundamental que as PMEs explorem o universo digital. Atualmente, 80% da renda obtida com e-commerce percentem às grandes empresas do setor. Temos de ampliar a participação das PMEs, de 20% para 30%”, explicou.

O comércio eletrônico traz oportunidades aos pequenos negócios. Na comparação com as lojas físicas, os custos são menores. Além disso, lojas virtuais estão disponíveis 24 horas e é possível acessá-las de qualquer lugar do mundo. Hoje, a comercialização via internet já é considerada um diferencial de empresas entre seus concorrentes.

Para Sandra, no entanto, não basta comercializar via internet. É preciso inovar, utilizando-se dos recursos disponíveis, como as redes sociais e as ferramentas de disponibilização de catálogos virtuais e suporte técnico.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Poa prestigia solenidade de passagem de comando em Batalhão da PM

    Veja mais
    Noticias

    MPRS lança plataforma para facilitar a inserção de jovens no mercado de trabalho

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades desta semana para as obras no Centro da capital

    Veja mais
    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais