Consumidor gaúcho é novamente o que mais paga juros no crediário

Quando vai fazer compras e parcela a despesa no crediário, o consumidor do Rio Grande do Sul ainda é o que desembolsa mais com juros. A informação consta em pesquisa divulgada na quarta-feira (15) pela…

Quando vai fazer compras e parcela a despesa no crediário, o consumidor do Rio Grande do Sul ainda é o que desembolsa mais com juros. A informação consta em pesquisa divulgada na quarta-feira (15) pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). De acordo com o levantamento, a média dos juros no estado foi de 6,44% ao mês em junho, enquanto que a taxa média nacional foi de 6,06% a.m. Na outra ponta, a menor cobrança no sexto mês do ano foi registrada em São Paulo (5,42% ao mês). No ano, são 88,40% de juros praticados no estado, contra a média nacional de 102,59%.

Crediário x outros créditos
Na média nacional, os juros do crediário do comércio estão entre os menores, na comparação com as demais modalidades de crédito analisadas pela associação. Enquanto a cobrança do crediário é de 102,59% ao ano (6,06% ao mês), o juro do cartão de crédito está em 237,93% ao ano (10,68% ao mês), o do cheque especial está em 139,24% anuais (7,54% mensais) e o do empréstimo pessoal em financeiras, em 256,33% ao ano (11,17% mensais). No fim da lista, estão empréstimo pessoal em bancos (85,84% anuais e 5,30% a.m.) e as taxas do CDC (Crédito Direto ao Consumidor) concedido por bancos (38,96% ao ano e 2,78% mensais).

Veja também

    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais
    Noticias

    Entidades empresariais cobram agilidade da União para a liberação de recursos a...

    Veja mais
    Noticias

    Transforme talento em marca de sucesso

    Veja mais
    Noticias

    Campanha de incentivo ao comércio local para reerguer Porto Alegre tem apoio do S...

    Veja mais