Diagnóstico tenta entender porque há brasileiros que não buscam trabalho

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou hoje um estudo realizado a partir de entrevistas com pessoas fora da chamada População Economicamente Ativa (empregados + desempregados). Estas pessoas não…

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada divulgou hoje um estudo realizado a partir de entrevistas com pessoas fora da chamada População Economicamente Ativa (empregados + desempregados). Estas pessoas não buscam trabalho e, portanto, não entram no cálculo das taxas de desemprego, mas muitas delas poderiam estar no mercado. Elas são chamadas de inativas. As causas mais apontadas foram: não precisa trabalhar; o salário oferecido é muito baixo; afazeres domésticos; problemas de saúde e percepção de que não tem qualificação suficiente para conseguir emprego.

Alguns destaques para recortes da pesquisa:

Idade

A análise das causas por idade mostra que, para os jovens de 18 a 39 anos, os motivos para não buscar emprego são, nessa ordem: salário sempre muito baixo e não ter com quem deixar idoso/criança/deficiente.

Sexo

Os homens colocam os problemas de saúde como a principal causa para não procurar emprego. Já as mulheres apontam os afazeres domésticos.

Salário

Entre os inativos que aceitariam uma proposta de emprego, elas não necessariamente aceitariam qualquer salário. O valor mínimo que estas pessoas exigem é, em média, R$ 800,12.

Para os homens: R$ 1.007,22
Para as mulheres: R$ 744,17

Conclusão do Ipea, tendo em vista que muitas destas pessoas poderiam entrar para o mercado de trabalho

Assim, políticas de aumento do número de creches para mulheres, e de enfermeiros para cuidar de idosos e deficientes – que melhoram a prevenção a problemas de saúde dentro e fora do trabalho e melhoram a qualificação e escolaridade das pessoas – estão na pauta quando o assunto é a situação dos inativos.

Veja também

    Noticias

    Nota Oficial: Falta de luz no centro de Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Ministério do Trabalho prorroga portaria sobre funcionamento do comércio aos fer...

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Conheça as principais tendências globais de consumo para 2024

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Novas experiências para o consumidor leitor

    Veja mais