Fábricas de calçados reforçam produção

Com as vendas aceleradas ao longo do inverno, a indústria calçadista agora corre para produzir o que vai estar nos pés das brasileiras neste verão. Apenas no primeiro semestre deste ano, os brasileiros…

Com as vendas aceleradas ao longo do inverno, a indústria calçadista agora corre para produzir o que vai estar nos pés das brasileiras neste verão. Apenas no primeiro semestre deste ano, os brasileiros compraram 7% mais pares do que no mesmo período do ano passado, obrigando as empresas a empurrar a produção de verão para o final do ano.

A boa notícia é que, além do que já está nas prateleiras, haverá novidade para os pés chegando às lojas nas próximas semanas.

Sazonal, a produção do calçado costuma ocupar menos mão de obra para a temporada de calor, quando botas de cano longo e bordados dão lugar a sandálias mais leves e fáceis de serem fabricadas. Neste ano, porém, tanta demanda ao longo do ano levou os empresários, que estavam acostumados a reduzir o quadro de funcionários, a manter as equipes na ativas até mais tarde.

Diretor executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein é cauteloso, mas já indica o otimismo do setor. A previsão da associação é de um incremento de 5,5% no volume de pares fabricados no ano em comparação com 2009. Ou seja, 44 milhões milhões de pares extras nas lojas em 2010. É por conta desse aquecimento do mercado que empresas como a Ramarim, de Nova Hartz, comemoram a manutenção do quadro de funcionários. – O crescimento sobre 2009 será considerável, notamos um otimismo muito maior no mercado, um clima muito mais favorável, já podemos falar em 20% a 25% de alta – afirma Jackson Wirth, diretor administrativo financeiro da empresa que emprega 2,3 mil funcionários.

A nova estação também reforça os negócios da West Cost, de Ivoti, que triplicou o número de funcionários este ano, de 400 para 1,2 mil, com novas unidades em Sobradinho, Arroio do Tigre e Sergipe. Só não se expandiu mais no Vale do Sinos por falta de mão de obra na região. – A troca de estação é muito importante para nós. É quando os consumidores vão às lojas buscar as novidade, procuram se atualizar dentro da tendência do que será moda – avalia Rafael Schefer, diretor de mercado da West Coast.

Veja também

    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA participa da abertura de Feira da Acomac

    Veja mais
    Noticias

    Comércio Solidário: Sindilojas Poa é parceiro da Fecomércio-RS

    Veja mais
    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais