Governo prepara alívio tributário

O governo pretende criar novas alíquotas do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), todas abaixo do teto atual, que é de 27,5%, para dar um alívio à classe média e liberar dinheiro para o consumo….

O governo pretende criar novas alíquotas do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), todas abaixo do teto atual, que é de 27,5%, para dar um alívio à classe média e liberar dinheiro para o consumo. Integrante do arsenal anticrise do governo, a medida estava em discussão ontem à tarde no Ministério da Fazenda para ser submetida ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Reformar a tabela do IRPF deve ser a principal peça do minipacote de bondades que poderá ser divulgado na manhã de hoje pelo presidente Lula durante reunião com empresários em Brasília. Além do alívio aos assalariados, estava sobre a mesa de discussão o corte do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para pessoas físicas e jurídicas – uma forma de reduzir o custo do crédito, tão criticado por governo e empresários.

O governo tem se mostrado sensível às reivindicações para a garantia do emprego e da atividade econômica. E a forma mais rápida de trazer essa tranqüilidade seria a desoneração tributária de impostos. Apesar das intensas discussões em torno do minipacote há uma tendência: desta vez as medidas devem beneficiar pessoas, principalmente de classe média. Integrantes da equipe econômica avaliam que as empresas já foram bem atendidas. Depois de apresentar essas propostas, o que Lula pretende ouvir dos empresários é o compromisso de não deixar os investimentos caírem e de preservar o emprego.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais
    Noticias

    Entidades empresariais cobram agilidade da União para a liberação de recursos a...

    Veja mais
    Noticias

    Transforme talento em marca de sucesso

    Veja mais
    Noticias

    Campanha de incentivo ao comércio local para reerguer Porto Alegre tem apoio do S...

    Veja mais