Lojistas brasileiros prevêem vendas à vista para o Dia dos Namorados deste ano

O frio está chegando com força total, a crise parece estar abrandando e o dólar começa a apresentar níveis bem próximos àqueles que eram vivenciados no começo do ano passado. Tantos fatores poderão…

O frio está chegando com força total, a crise parece estar abrandando e o dólar começa a apresentar níveis bem próximos àqueles que eram vivenciados no começo do ano passado. Tantos fatores poderão influenciar positivamente as vendas para o Dia dos Namorados. Conforme alguns empresários entrevistados pela Serasa, os presentes apontados pelos varejistas como os mais demandados para a data serão celulares (25%), Roupas/Cintos/Sapatos/Tênis/Acessórios (24%), Flores (18%) e Perfumes/Cosméticos (13%).

Para eles, as vendas à vista representarão a maioria das transações (52%) e as a prazo 48% no Dia dos Namorados 2009. O pagamento à vista será composto por dinheiro (42%), cartão de crédito (21%), cheque (18%), cartão de débito (17%) e cartão da própria loja (2%). Na modalidade a prazo, estão cartão de crédito parcelado (40%), cheque pré-datado (35%), financiamento/crediário (19%), cartão de débito parcelado (4%) e cartão da própria loja parcelado (2%). A Pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial, realizada com 1.010 executivos do varejo nacional, revela que para 70% deles o faturamento do Dia dos Namorados, a última data de forte apelo comercial do primeiro semestre, deverá ficar estável (42% das respostas) ou superarão as vendas de 2008 (30%). Apenas recuar 28% dos empresários entrevistados crêem que as vendas deste ano serão inferiores à registrada no ano passado.

Segundo a Serasa, daqueles que acreditam em elevação do faturamento (30%) caiu quatro pontos percentuais em comparação ao que foi verificado no Dia das Mães (naquela ocasião, 34% dos entrevistados esperavam alta do faturamento em relação à mesma data comemorativa de 2008), mostrando que o fraco desempenho registrado nas vendas do Dia das Mães de 2009 afetou negativamente o grau de otimismo do setor varejista para o Dia dos Namorados.

Conforme o entendimento da Serasa, as expectativas de vendas mais mornas para o Dia dos Namorados se devem, basicamente, às pequenas empresas (somente 28% delas acreditam em alta do faturamento neste ano). Já para as médias e grandes empresas do varejo as expectativas de alta são melhores: 38% no caso das médias e 39% para as grandes empresas.

Veja também

    NoticiasMarketing

    NRF 2024 vista por dentro

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Encerrada a etapa das 4 edições do Talks pré 11ª FBV

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre recebe prêmio da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

    Veja mais
    Decretos e regrasNoticias

    Funcionamento do comércio no feriado de Tiradentes: saiba como será

    Veja mais