Natal do comércio: Fecomércio-RS prevê vendas deste ano entre 9% e 11% maiores

A estimativa da Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do RS) para as vendas previstas no mês de dezembro é de que sejam entre 9% e 11% maiores do que as do Natal do ano…

A estimativa da Fecomércio-RS (Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do RS) para as vendas previstas no mês de dezembro é de que sejam entre 9% e 11% maiores do que as do Natal do ano passado. Na avaliação do presidente do Sistema Fecomércio-RS/Sesc/Senac, Zildo De Marchi, as condições são para se ter um dos melhores faturamentos de Natal de todos os tempos. Dentre os fatores que devem impulsionar esse desempenho, destaque para a permanência dos juros em patamares baixos, o que facilita a tomada de crédito pelos consumidores; o baixo desemprego e o crescimento da massa salarial. “É necessário levar em consideração a confiança elevada por parte dos consumidores, reflexo da situação financeira atual, o que acaba contribuindo para nossa estimativa”, explicou De Marchi. Para ele, outro fator que poderá estimular o maior faturamento de lojistas é a taxa de juros a pessoa física, que está em quase 30% ao ano, sendo que, em 2008, neste mesmo período do ano, a taxa era 59%. “O crédito cada vez mais facilitado e acessível à população é mais um quesito que deve alavancar as vendas de final de ano, assim como já vem ocorrendo nos últimos meses”, diz o dirigente.

Pesquisa de Natal

A Pesquisa de Natal 2010 realizada pela Fecomércio-RS por meio do Instituto Fecomércio de Pesquisa (Ifep), sinalizou aquilo que a maioria dos especialistas já estava prevendo: Natal com mais gastos e boa variedade e quantidade de presentes. O consumo médio apontado pelos consumidores superou o do ano passado, ficando em R$ 519,15, valor 5,8% maior que em 2009 (R$ 490,00). E os gaúchos devem comprar, em média, 6,4 presentes, conforme apontado pela pesquisa. Dentre as preferências, os artigos de vestuário despontam como os itens mais buscados pelos gaúchos na hora de presentear, seguidos por brinquedos, calçados, perfumes/cosméticos, artigos de decoração e eletroeletrônicos.

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais