Pesquisa da Fecomércio-RS mostra famílias gaúchas mais otimistas

Neste primeiro mês de 2014, dos sete indicadores medidos pela pesquisa Intenção de Consumo das Famílias Gaúchas divulgada pela Fecomércio-RS, cinco apresentam crescimento em relação a igual período do…

Neste primeiro mês de 2014, dos sete indicadores medidos pela pesquisa Intenção de Consumo das Famílias Gaúchas divulgada pela Fecomércio-RS, cinco apresentam crescimento em relação a igual período do ano passado. Atualmente, e sempre numa comparação a janeiro de 2013, a segurança em relação ao emprego registrou uma elevação de 4%; a avaliação quanto à renda apresentou aumento de 6,2%; o indicador referente ao nível de consumo registrou alta de 12,4%; a expectativa do consumidor para compras a prazo / acesso ao crédito cresceu 4,9%; e a perspectiva de consumo das famílias aumentou 21,7%. Apenas dois indicadores apresentaram decrescimento nessa base de comparação: perspectiva profissional, com queda de 10,3% e momento para duráveis, com redução de 3,7%.

A pesquisa Intenção de Consumo das Famílias Gaúchas é realizada mensalmente em Porto Alegre e conta, no mínimo, com 600 famílias em sua amostra. “O resultado geral de janeiro, quando os sete indicadores apresentaram uma média de crescimento de 4,6%, revelam a continuidade do cenário delineado nos últimos meses e é o melhor desde março do ano passado”, comenta Zildo De Marchi, presidente da Fecomércio-RS.

O indicador relativo ao nível de consumo atual apresentou aumento de 12,4% na comparação com janeiro do ano passado. Ele compara a expectativa do consumidor no momento presente com o mesmo período do ano anterior. Zildo De Marchi acredita que o patamar otimista está alicerçado na atual conjuntura do mercado de trabalho e expansão da renda e do crédito.

A maior queda, de 10,3% em relação a janeiro do ano passado, foi registrada pelo indicador que capta a percepção das pessoas quanto às perspectivas de melhoria profissional nos próximos 6 meses. Na comparação com dezembro de 2013, houve, no entanto, um crescimento de 12,5%. “Este indicador apresentou tendência de queda ao longo de todo o ano de 2013 e a reversão verificada em janeiro precisa se consolidar nos próximos meses, pois o índice ainda está abaixo do auferido no início do ano passado”, avalia o presidente da Fecomércio-RS.

Veja também

    Noticias

    Sindilojas Porto Alegre tem reunião com o prefeito Sebastião Melo

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA acompanha lançamento de agenda legislativa na Fecomércio RS

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    FBV 2024 – o próximo passo está aqui

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 06/04 a 12/04

    Veja mais