Por que o trabalhador brasileiro é diferenciado

Pesquisa divulgada pela holding chilena Trabajando.com revelou que os brasileiros são os que menos temem perder o emprego na América Latina em meio à crise econômica mundial. O estudo foi realizado em…

Pesquisa divulgada pela holding chilena Trabajando.com revelou que os brasileiros são os que menos temem perder o emprego na América Latina em meio à crise econômica mundial. O estudo foi realizado em fevereiro deste ano após apuração no Chile, Argentina, México, Peru e Brasil.

Para Renato Grinberg, diretor Geral da Trabalhando.com.br, subsidiária da empresa no país, em tempos de turbulência global o brasileiro pode ser um importante aliado. Primeiro porque nossos profissionais já estão acostumados a enfrentar crises e, portanto, isso não os assusta, como mostra a pesquisa chilena, e que, por analogia, também não temem as mudanças que ocorrem em qualquer empresa. O segundo motivo é porque possuem características pessoais como a garra, resistência, flexibilidade e o fácil convívio com a diversidade cultural no ambiente de trabalho.

– Se todos estão com medo da crise, até por vivermos numa sociedade menos estável, sabemos que ela pode, inclusive, impulsionar alguns profissionais – diz o executivo.

Grinberg afirma ainda que a capacidade que o profissional brasileiro tem de assumir riscos é vista como extremamente diferenciadora em relação a outros profissionais. Mas essa crescente valorização também é resultado do reconhecimento do próprio país como potência latino- americana. Setores como o de biocombustíveis e o de petróleo elevam o Brasil ao patamar de nação que se preocupa com a pesquisa e o desenvolvimento interno.

Veja também

    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais
    Noticias

    O Sindilojas Porto Alegre é finalista do Top de Mkt ADVB/RS 2024

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades desta semana para as obras no Centro da capital

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais