Porto Alegre terá projeto colaborativo de WiFi

Conforme a Organização das Nações Unidas (ONU), o acesso à internet é um direito humano, por isso, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, com o apoio da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa), criou o Porto Alegre Livre.

Conforme a Organização das Nações Unidas (ONU), o acesso à internet é um direito humano, por isso, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos, com o apoio da Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa), criou o Porto Alegre Livre. O programa conta com apoio do Sindilojas Porto Alegre e tem por objetivo democratizar o acesso WiFi na Capital. Hoje, o acesso grátis já é disponibilizado em diversos espaços públicos, como no Parque Farroupilha (Redenção), no Mercado Público e no Parque Moinhos de Vento (Parcão). Porém, além da ampliação do WiFi livre, os empresários locais serão convocados a fazer parte do projeto, abrindo seu sinal de internet para o cidadão.

As empresas interessadas em compartilhar seu sinal WiFi deverão fazer o cadastramento no site do projeto, através do link abaixo. Os dados serão avaliados e a marca da empresa será divulgada como um apoiador da ideia. O estabelecimento será marcado no mapa da cidade como um ponto de “WiFi grátis Porto Alegre Livre”. Além disso, o usuário vai conseguir visualizar, em seu dispositivo móvel, a rede disponível com o nome do negócio.
 

Acesse o site do projeto

Fonte: Porto Alegre Livre

Veja também

    Noticias

    Reunião de Diretoria Ampla debate temas jurídicos relevantes ao comércio

    Veja mais
    Cursos e eventosNoticias

    Feira Brasileira do Varejo (FBV) é lançada oficialmente em Porto Alegre

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades para a obra do quadrilátero central: 19/02 A 23/02

    Veja mais
    NoticiasMarketing

    Tendências mundiais que impactam o varejo local

    Veja mais