Produto “”made in China”” sofre boicote

A crise cambial está deixando o mundo arrepiado pelo que pode vir logo ali adiante. Há previsões de que 2011 não será um ano legal para a economia em todos os cantos do planeta. Na reunião do G-20 (os 20…

A crise cambial está deixando o mundo arrepiado pelo que pode vir logo ali adiante. Há previsões de que 2011 não será um ano legal para a economia em todos os cantos do planeta. Na reunião do G-20 (os 20 mais ricos do mundo) em Seul, na Coreia do Sul, na semana passada, a crise foi o foco dos debates, mas não se chegou a nenhuma conclusão objetiva. Apenas promessas de se estudar alternativas.

Os chineses, que também estão no epicentro da crise, com a sua moeda (yuan) desvalorizada, tornando assim competitiva suas exportações, também fazem parte da crise global. A China anda irritando meio mundo. Está ficando poderosa demais comercialmente e sufocando economias e empregos ao redor do mundo. Por causa disso, naturalmente, enfrenta rejeição. Mesmo que a maioria de produtos de suvenires, por exemplo, esteja lá com o seu “made in China”, algumas lojas europeias colocam nas suas vitrines: “Aqui não vendemos produtos chineses”. Em alguns lugares do mundo, a situação por conta da crise cambial então está assim: dólar, nem pensar, produtos chineses, idem.

Veja também

    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais
    Noticias

    O Sindilojas Porto Alegre é finalista do Top de Mkt ADVB/RS 2024

    Veja mais
    Noticias

    Programação de atividades desta semana para as obras no Centro da capital

    Veja mais
    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais