Saiba quais são os direitos dos consumidores para as compras durante a Black Week e Black Friday

Regras de arrependimento e de troca por defeito não valem para compras em lojas físicas, apenas para quem comprar pela internet.

Você sabe o que diz o direito do consumidor para compras de produtos na Black Week e Black Friday? A legislação prevê algumas regras específicas, entretanto, elas valem apenas para itens adquiridos pela internet. As regras para lojas físicas são as mesmas que em qualquer época do ano. Confira:

Lojas físicas (de rua e shopping):

– O direito do consumidor não prevê devolução do produto e entrega do dinheiro de volta por arrependimento da compra por parte do consumidor, já que se entende, neste caso, que o cliente viu o produto antes de comprar e teve a oportunidade de testá-lo.

– É possível oferecer a vantagem de troca por arrependimento como um diferencial, mas deve-se deixar a regra bem clara e cumprir com o que for prometido.

– Confira sempre se o produto está funcionando antes de o cliente sair da loja, evitando reclamações logo após a compra.

 

Vendas pela internet:

– Para compras não presenciais, o consumidor tem sete dias corridos, a partir do recebimento da mercadoria, para manifestar arrependimento à loja, que é a responsável por recolher o produto e devolver o dinheiro. 

– Cada loja online possui sua política de devolução de arrependimento.

– Se o produto não for entregue no prazo, é possível negociar com o consumidor um novo prazo de entrega e explicar o ocorrido. Caso o cliente não concorde, este poderá pedir o dinheiro de volta.

– Se não houver mais o produto em estoque, o consumidor tem direito de informar o Procon, que realizará as medidas cabíveis.

 

Produto com defeito:

– O Código de Defesa do Consumidor estabelece que é permitido trocar produtos com defeito em qualquer ocasião, não apenas na Black Week ou Black Friday.

– Para produtos não duráveis (cosméticos e vestuário), deve-se efetuar a troca em até 30 dias após a compra mediante reclamação do cliente para o lojista ou fabricante.

– Para produtos duráveis (eletrônicos, eletrodomésticos, artigos pessoais como relógio, entre outros): a troca deve ser realizada em até 90 dias da compra, mediante reclamação do cliente para o lojista ou fabricante.

– A troca pode ser feita imediatamente ou em até 30 dias a partir da reclamação.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais
    Noticias

    Entidades empresariais cobram agilidade da União para a liberação de recursos a...

    Veja mais
    Noticias

    Transforme talento em marca de sucesso

    Veja mais
    Noticias

    Campanha de incentivo ao comércio local para reerguer Porto Alegre tem apoio do S...

    Veja mais