Sindilojas Porto Alegre e outras entidades se reúnem para audiência pública sobre segurança

Entidades se reuniram na tarde desta quinta-feira, 19, para debater a crise na segurança pública, que afeta todo Rio Grande do Sul e, principalmente, Porto Alegre e a região metropolitana, que são os locais que apresentam os maiores índices de violência.

Entidades se reuniram na tarde desta quinta-feira, 19, para debater a crise na segurança pública, que afeta todo Rio Grande do Sul e, principalmente, Porto Alegre e a região metropolitana, que são os locais que apresentam os maiores índices de violência. A audiência pública foi promovida pela OAB/RS, com o objetivo de debater com a sociedade civil os problemas e perspectivas da gestão do Estado.

O presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, esteve presente e falou em nome do Sindicato. Em seu pronunciamento, lembrou que o aumento no valor dos produtos pode estar ligado também a insegurança, porque os lojistas precisam contratar serviços particulares para se protegerem, o que pode acarretar em um custo adicional de até 10% no preço das mercadorias.

Além disso, Kruse falou sobre a necessidade de mudança nas leis do País. “Para resolver essa situação, precisamos mudar a nossa legislação. Temos que levar isso para a Assembleia e União. Só assim conseguiremos mudar a situação da segurança pública”, afirma. 

Veja também

    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais
    Noticias

    Entidades empresariais cobram agilidade da União para a liberação de recursos a...

    Veja mais
    Noticias

    Transforme talento em marca de sucesso

    Veja mais
    Noticias

    Campanha de incentivo ao comércio local para reerguer Porto Alegre tem apoio do S...

    Veja mais