Treinamento em alto desempenho foca líder de equipe

Com foco no desempenho de profissionais e no alto retorno com base em equipes entrosadas pela comunicação, empresas brasileiras estão investindo no conceito dos HPTs (“high performance teams”, ou times de…

Com foco no desempenho de profissionais e no alto retorno com base em equipes entrosadas pela comunicação, empresas brasileiras estão investindo no conceito dos HPTs (“high performance teams”, ou times de alto desempenho).

Apesar de nem todas nomearem a iniciativa da mesma forma, a característica de que as companhias buscam dotar seus colaboradores é a mesma: habilidade de comunicação.

Os treinamentos para times de alto desempenho têm como primeiro alvo o líder. O objetivo é instrumentalizá-lo para ouvir melhor a equipe e se dirigir a ela de forma objetiva, minimizando a possibilidade de o “feedback” virar um conflito.

O gestor recebe as diretrizes, que podem vir do departamento de recursos humanos ou de uma consultoria externa, e age como multiplicador na equipe.

“O HPT é uma iniciativa global da nossa empresa, nosso diferencial estratégico”, afirma Moisés Santiago, gerente da Mars, fabricante de alimentos.

Segundo ele, no treinamento para o alto desempenho, trabalham-se as relações a partir da visão de que os conflitos podem ser positivos ou negativos.

Assim, é preciso ouvir com atenção o que o outro tem a dizer e se posicionar de forma clara e assertiva. O fundamental, diz Santiago, é “assumir a posição do outro, entender o “feedback” como algo bom”.

Na Resource, que presta serviços de tecnologia da informação, os líderes foram treinados para obter habilidades parecidas, com a finalidade de aprimorar os “feedbacks”.

“Para se comunicar, é necessário ter capacidade de síntese”, destaca Vilma Guilherme, diretora de recursos humanos.

Ela afirma que a preocupação é capacitar os gestores. “O grande mentor de uma equipe de alto desempenho é o líder.”

“Só mostrar mais preocupação em pedir “feedbacks” já faz o número deles subir 500%”, calcula Alex Terra, 28, gerente de projeto da Resource, que fez treinamento em liderança.

Líderes sem liderados
Gabriela Tierno, diretora de recursos humanos da farmacêutica AstraZeneca, valoriza tanto a idéia do treinamento em “competências estratégicas da empresa” que os funcionários sem subordinados também recebem a capacitação.

“Alta performance, para mim, é quando todos estão treinados nas competências da empresa”, descreve. Segundo ela, entre os focos do treinamento estão agir em colaboração e encorajar o desempenho.

“Quando nos avaliamos pelas competências, raciocinamos mais sobre aquilo que fazemos”, pondera Eliana Freitas, assistente da diretoria financeira da AstraZeneca.

Características das equipes de alto desempenho

-Objetivos claros
Foco na prioridade e na formalização de resultados atingíveis

-Funções claras
A contribuição depende do entendimento da expectativa

-Pessoas certas no time
O desempenho depende da capacidade e do alinhamento com os valores e a cultura da empresa

-Comprometimento com o time
O sucesso é construído por todos; não há estrelas

-Processo de decisão acordada
A decisão em conjunto direciona melhor os esforços

-Responsabilidade
Tem-se o sentimento de ser também o dono do negócio

-Auto-avaliação constante
O time se avalia freqüentemente para melhorar sempre

Veja também

    Noticias

    Cultura organizacional é foco do debate no Varejo Movimento

    Veja mais
    Noticias

    Sindilojas POA participa da abertura de Feira da Acomac

    Veja mais
    Noticias

    Comércio Solidário: Sindilojas Poa é parceiro da Fecomércio-RS

    Veja mais
    Noticias

    O público 60+ consome e precisa ser melhor atendido

    Veja mais