Veja como pagar suas contas durante a greve dos bancários

É possível fazer transações em caixas eletrônicos, internet e telefone.
Fenaban divulgou orientações para clientes dos bancos.

Os bancários de bancos públicos e privados decidiram entrar em greve a partir desta terça (30), por tempo indeterminado. Sindicatos de todos os estados confirmaram adesão à greve, além do Distrito Federal. Nesta manhã, agências amanheceram com adesivos colados nos vidros, indicando a paralisação.

Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), bancários fecharam nesta terça pelo menos 6.572 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados. Os bancários reivindicam 12,5% de reajuste, além de melhorias nas condições de trabalho e outras reivindicações.

Em nota, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) “”ressalta que o consumidor dispõe de vários canais para a realização de transações financeiras, tais como internet, o banco por telefone, o aplicativo do banco no celular. Há também os caixas eletrônicos e rede 24 horas, que ficam disponíveis em supermercados, aeroportos, shoppings, lojas comerciais e centros comerciais, além dos correspondentes, que estão espalhados por todo o Brasil””.

Veja abaixo as opções para realizar operações bancárias, como transferêcias e pagamentos, durante a paralisação nas agências bancárias:

1. Caixas eletrônicos
Segundo a Fenaban, existem cerca de 166 mil caixas eletrônicos no país. Por esses aparelhos, é possível pagar contas não vencidas, agendar pagamentos e DOC, pagar faturas de cartão de crédito, fazer saques, retirar folhas de cheque, fazer depósitos em dinheiro ou cheque, consultar saldo e extrato, realizar transferências entre contas e sacar benefícios sociais (INSS, PIS/Abono Salarial, FGTS etc.) Também é possível realizar bloqueio de cartão, empréstimo pessoal (CDC), resgate de investimento e solicitação de débito automático.

2. Supermercados, lotéricas e postos dos Correios
Os correspondentes são estabelecimentos em que é possível realizar operações bancárias, que podem ser supermercados, casas lotéricas e postos dos Correios. Segundo a Fenaban, há unidades em todas as regiões do país. Nesses locais, é possível fazer o pagamento de contas de água, luz e telefone, tributos municipais e estaduais, boletos e carnês, além de INSS / GPS, FGTS-GRF / GRRF / GRDE (com código de barras) e Contribuição sindical (em dinheiro).

Também é possível sacar dinheiro e benefícios (Bolsa família, INSS; FGTS, seguro desemprego, PIS – limitado à R$ 1 mil ou três transações diárias). Há também a opção de depositar em conta corrente ou conta poupança, também com limite de R$ 1 mil ou três transações diárias.

Nos estabelecimentos correspondentes também há serviços de consulta de saldos e extratos, entrega de propostas de cartão de crédito, conta corrente, cheque especial e empréstimo por consignação para aposentados, pensionistas do INSS, empregados de empresas conveniadas e recarga de celular pré-pago.

3. Internet
Por esse canal, é possível realizar consultas e fazer pagamentos de Débito Direto Autorizado (DDA), agendamento de pagamento de contas (água, luz, telefone e gás), boleto de cobrança, DARF, Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), GFIP – FGTS, GPS – INSS, IPVA, DPVAT, IPTU/ISS, GRCS, ISS, licenciamento de veículos e recarga de celular. Também é possível fazer transferências entre outros bancos, TED e DOC, além de outros serviços como: solicitação e desbloqueio de talão de cheques, solicitação, consulta e cancelamento de débito automático, empréstimos e outros.

4. Aplicativos de bancos para celular
As funções dependem do aplicativo fornecido por cada banco. Por este canal, geralmente, é possível consultar saldos e extratos e pagar contas e boletos em geral com o código de barras. Também se pode realizar transferências bancárias por meio de TED e DOC e fazer transações por meio do home broker (compra e venda de ações). Há ainda serviço de recargas de celulares pré-pagos, entre outros.

5. Banco por telefone
Todos os bancos oferecem um serviço telefônico para que o cliente tire dúvidas sobre serviços e realize transações financeiras, segundo a Fenaban. Por telefone, é possível fazer pagamentos de boleto a vencer da mesma instituição e de outras, pagamento de conta de consumo (água, luz, telefone, gás) e pagamento de imposto e taxas. Também se pode realizar consultas de saldo, fatura do cartão de crédito, entre outros.

Veja também

    PesquisaNoticias

    Vendas de eletrodomésticos típicos de frio estão em alta

    Veja mais
    Noticias

    Entidades empresariais cobram agilidade da União para a liberação de recursos a...

    Veja mais
    Noticias

    Transforme talento em marca de sucesso

    Veja mais
    Noticias

    Campanha de incentivo ao comércio local para reerguer Porto Alegre tem apoio do S...

    Veja mais